bolos aerografados pasta americana aerografia douglas marchione brasíliaPassei o dia inteiro no Ateliê D. Marchione só porque eu rio na cara do perigo. Sim, foi basicamente um teste de resistência à fantástica fábrica de chocolate; e justo hoje, meu primeiro dia de Whole30, aquele meu programa de alimentação que comentei nesse post).

Considerando meu projeto de não comer açúcar pelo próximo mês, não haveria lugar melhor para treinar minha força de vontade senão o Ateliê do Douglas, com o maior índice de pasta americana (que eu amo) por metro quadrado de Brasília.

Se você nunca ouviu falar do Douglas Marchione, aqui vai um rápido resumo: ele veio de Campinas, fez gastronomia na IESB, se apaixonou por confeitaria e resolveu montar um ateliê. Em menos de 3 anos, seus bolos se tornaram os mais prestigiados da cidade.

bolos aerografados pasta americana aerografia douglas marchione brasília

bolo coelho douglas marchione

Os bolos do Douglas são feitos em pasta americana em formato de personagens e o diferencial são os efeitos de cores conseguidos pela aerografia.

Para mim, a fama faz todo sentido, afinal, os bolos que ele faz, eu nunca vi ninguém fazer. O grande diferencial está na aerografia, uma técnica de coloração feita com uma máquina que solta um spray de tinta e dá aquele efeito de degradê e nuances de cor, brilho e profundidade nos bolos.

atelie douglas marchione

Olha só como ficam os bolos aerografados:

bolos aerografados pasta americana aerografia douglas marchione brasíliaOlhando para a jornada do Douglas, dá para aprender muita coisa, não é? Ele chega na cidade sem nunca ter trabalhado com bolos antes, decide fazer bolos decorados, descobre a aerografia como diferencial (ao perceber que ninguém fazia bolos aerografados), aprende a técnica, oferece um produto novo no mercado e se torna referência em seguida.

bolos aerografados pasta americana aerografia douglas marchione

Além dos bolos disputados, ele agora é disputado também pelas alunas. Com os bolos dando tão certo e fazendo tanto sucesso, ele começou a dar aulas e é exatamente por isso que passei o dia com ele no ateliê: decidimos levar as aulas para o online. Olha o spoiler:

Vou continuar me expondo à tentação enquanto seguimos gravando pelos próximos dias e vai ser uma boa maneira de entender esse meu vício terrível por açúcar – embora os bolos do Marchione sejam tão bonitos que, se eu pudesse mesmo comer, talvez ficasse com dó.

bolos-douglas-marchione

Até eu fiquei com vontade de fazer uma encomenda…

Se você tiver amado os bolos e quiser visitar o ateliê (que fica na Asa Norte), é só entrar em contato com ele (deixei as informações aqui em baixo).

E, sobre o curso online, aguarde os próximos capítulos. 😉


Ateliê D. Marchione
Endereço: SHCGN 704/705 bloco H entrada 23
Telefone: (61) 3554-4891
Facebook: /ateliedmarchione
Instagram: /ateliedmarchione

COMPARTILHAR
Artigo anteriorConheça o Dinneer: uma plataforma colaborativa de comida
Nasci em Brasília e fiz faculdade aqui. Sou louca por animais, mas abandonei a veterinária para empreender (e trabalhar em casa de pijamas). A paixão por viagens começou em 2010, quando me enfiei num navio em direção ao Egito. Hoje, trabalho exclusivamente com marketing digital, tenho 2 gatas e já passei por 42 países. Sonho ter uma vespa bege, dar a volta ao mundo e juntar oito dígitos no banco – e minha jornada em busco disso, você acompanha aqui.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here